?>
Rádio Notícia

92,7 Notícia FM - Sempre com Você

Ouça Agora

Personalizar página
                                            
                                            

  Entrevistas

Marília Mendonça comenta carreira e novo DVD. - 03/02/17 às 06:46:32
Se alguém comprar 30 segundos de publicidade no intervalo do Domingão do Faustão, da TV Globo, para exibição em rede nacional, desembolsará cerca de R$ 300 mil. Se a propaganda for inserida dentro de determinado bloco, o valor é ainda maior. Por que um programa como este, onde segundos valem ouro, decide manter um convidado no ar por "longos" 40 minutos? Simples: porque tal atração fez a audiência subir. Foi exatamente essa a proeza alcançada pela jovem Marília Mendonça, um dos nomes de destaque da música sertaneja em 2016, que debutou no programa dia 13 de novembro.
Descontraída e segura, ela brincou com o apresentador, interagiu com a plateia, esbanjou carisma e cantou alguns de seus grandes sucessos. "Ter participado do programa está entre os feitos mais marcantes que eu vivenciei ao longo de 2016, sem dúvida o ano mais importante da minha carreira. Todo artista sabe o quanto é difícil ser chamado pelo Domingão. E muita gente vai e fica cinco minutos no palco. Comigo foi bem diferente. Me senti à vontade, o público gostou e eu fui ficando", afirma a goiana de 21 anos que parece não se deslumbrar com tamanho sucesso.
Marília encerrou 2016 com mais de 200 shows realizados, nome fortalecido em todos os estados e cachê digno de quem entrou para o primeiro time do show business nacional. Ela não sabia que a ascensão seria tão meteórica, sobretudo porque esperou alguns anos até virar a bola da vez na indústria de sucessos do escritório artístico WorkShow. "Muitas vezes fiquei com raiva do Vander (Oliveira, dono do escritório artístico). Eu queria gravar, queria que ele me lançasse, mas a resposta durante muito tempo era sempre a mesma: "espere, você ainda não está pronta". Hoje, sinto que ele estava certo", diz Marília, não poupando elogios também a Toninho Santos, ex-empresário de Cristiano Araújo, que cuida de sua carreira. "Hoje, tanto o Vander quanto o Toninho são meus sócios, além de empresários. A gente se dá muito bem e eu não consigo me ver trabalhando em outro escritório, com outras pessoas. A sintonia entre nós é a melhor possível".
CAMINHO PRÓPRIO
O período em que Vander recomendou que Marília permanecesse nos bastidores serviu para que ela se aproximasse do mercado sertanejo e conhecesse pessoas decisivas e influentes. Possibilitou desta forma que ela semeasse seu caminho através de composições que foram sendo gravadas por outros artistas – casos de Crime perfeito (João Neto & Frederico), Cuida bem dela e Quem ama entende (Henrique & Juliano), É com ela que eu estou (Cristiano Araújo), Saudade idiota (Lucas Lucco), Calma e Maneira errada (Jorge & Mateus) e Muito gelo e pouco whisky (Wesley Safadão). Antes de ser apresentada ao diretor da WorkShow, Marília ficou conhecida por postar vídeos no YouTube com versões "feministas" para sucessos sertanejos.
Em meados de 2015, finalmente a cantora fez seu tão aguardado lançamento, através de um DVD gravado em estúdio, sob o comando de Eduardo Pepato e direção de vídeo de Fernando Trevisan (Catatau). Em agosto, ela realizou o primeiro show da tour, em Itaituba (PA), e desde então teve a carreira meteórica de que estamos falando nesta matéria. O êxito do produto, que emplacou várias faixas nas rádios – como Infiel, Sentimento louco e Alô porteiro, fez bombar os vídeos do setlist no YouTube (hoje, superam os 600 milhões de views), levou a WorkShow e a Som Livre a programarem a gravação de um DVD ao vivo. A megaprodução, intitulada Realidade, foi realizada dia 8 de outubro no Sambódromo de Manaus, reuniu 40 mil pessoas e definitivamente elevou Marília à condição de popstar.
"Nunca imaginei que teria um DVD naqueles moldes em tão pouco tempo. Foi algo muito grandioso. Sempre soube da energia do público de Manaus. A emoção que eu senti naquele dia é indescritível", explica ela, não poupando elogios ao produtor musical e ao diretor do espetáculo. "Pepato e Catatau participaram da gravação do meu primeiro DVD, que foi algo bem simples, mas com resultado maravilhoso. Foi uma felicidade poder contar com os dois de novo neste projeto - que desta vez prima pela grandiosidade. Eles me conhecem há muito tempo, sempre me acolheram, sempre me trataram como bebê. Ambos sabem como eu sou, como me comporto, o tipo de trabalho em que acredito e deixaram o projeto o mais autêntico possível. Não quiseram fazer concessões ou maquiagens. Por isso o público que assistir o show no DVD sem dúvida vai se surpreender", garante.
Embora novata, Marília faz questão de acompanhar de perto o que acontece na sua carreira, inclusive participando na tomada de decisões. "Sempre opino quando vou gravar algo. Fiz questão de incluir no DVD de estúdio duas músicas que caíram no gosto do público: Impasse e Infiel, que se transformou num megahit. Ninguém apostou tanto nesta música quanto eu", exemplifica.
Ao todo, o DVD gravado em Manaus apresenta alguns grandes sucessos da artista (entre eles Infiel e Folgado) e 17 faixas inéditas, casos de Sofrendo por três, Ei saudade, Traição não tem perdão, Perto de você, Por mais três horas e Eu sei de cor - eleito o primeiro single a ser trabalhado nas rádios e plataformas digitais. Em apenas dois meses, o vídeo de Eu sei de cor, que abre o DVD, alcançou 70 milhões de visualizações. "Eu sei de cor estaria no repertório do DVD, mas foi gravada em estúdio dois meses antes para o projeto Agora é que são elas, por conta de um prêmio concedido pelo YouTube Brasil pelo alto número de visualizações dos meus vídeos na plataforma. Como ele foi muito bem na internet, acabou sendo escolhido como primeiro single do novo DVD", explica Marília.
BOA NA WEB
Com três milhões de seguidores no Facebook, número um pouco maior no Instagram – além, claro, do seu poder no YouTube - Marília credita ao público que a acompanha nas redes uma boa parcela do seu sucesso. "As redes sociais sempre foram minhas parceiras, sempre alavancaram minha carreira. Hoje em dia, infelizmente não tenho o mesmo tempo de antes. Mas eu sempre interagi muito com o público da internet. Eu comecei pelo YouTube, seis anos atrás, gravando os vídeos caseiros que existem lá até hoje. Alguns rapidamente ultrapassavam a casa das 100 mil visualizações, às vezes chegavam perto de 200 mil. Eu nem era famosa, mas já havia muita gente que se identificava com meu estilo de cantar e com minhas letras", afirma.
Se antes Marília Mendonça precisava compor para estar na web e para ganhar visibilidade no mercado, hoje ela tem encontrado pouquíssimo tempo para criar novas canções, por conta da concorrida agenda de shows. "Me viro como posso. O DVD de Manaus meio que me obrigou a criar, mesmo que na pressão. Porque eu não queria fazer um produto desta magnitude sem incluir músicas minhas. Então, eu aproveitava as viagens de ônibus, sobretudo após os shows, pegava o violão e sentava ao lado do meu parceiro principal, o Juliano Tchula. Assim nasceram várias belas músicas do DVD", diz ela, justificando porque seus principais hits carregam em sentimentalismo. "Eles precisam tocar fundo o coração do ouvinte. A gente elege um tema, cria uma historinha com a qual o máximo de pessoas possa se identificar, e daí começa a fazer letra e música".
  

Banners




 
Streaming para rádio - Cross Host
Streaming para rádio - Cross Host

Esta página foi criada em 0.030 segundos.
Carregada totalmente em: Aguarde...